Negócios com sua Van

Manutenção

Manutenção preventiva garante maior lucratividade

manutenção preventiva

Mercedes-Benz

Com uma exceção ou outra, como no caso de motorhome e uso familiar, quem compra um veículo comercial quer que ele seja uma ferramenta de trabalho. Seja para entrega de mercadorias, translado de passageiros, prestação de serviços, como ambulância, assistência técnica volante, food truck, entre outrosAssim, o que este veículo não pode é deixar seu dono na mão e precisa estar sempre disponível.

Por isso, as vans, sejam de passageiros, furgões ou chassis com cabina, estão cada vez mais tecnológicas, conectadas e inteligentes. Para que seu veículo tenha o maior índice de disponibilidade, mesmo muito moderno, é preciso cuidar bem dele. Mas, afinal, o que é índice de disponibilidade?

Vamos explicar. É o tempo que o veículo está disponível para o trabalho e não parado por algum problema mecânico imprevisto.

Assim, tudo que faz o veículo parar de forma imprevista, baixa o índice de disponibilidade, o que pode interromper o faturamento e, o pior, deixar o cliente insatisfeito.

Por isso é fundamental realizar a manutenção preventiva conforme o manual do proprietário. Portanto, entender os tipos de manutenção e como fazer com que não prejudique o índice de disponibilidade do veículo é muito importante. Vamos lá!

 

Tipos de manutenção

Primeiramente precisamos ressaltar que todo veículo é uma máquina, e isso significa que suas peças e componentes sofrem desgaste ao longo do tempo de uso. Por isso, as manutenções são tão importantes: para acompanhar o nível de desgaste e substituir qualquer componente que não esteja mais em condições de fazer seu veículo operar perfeitamente.

e para garantir que sua van esteja sempre pronta para o trabalho por muito tempo, vamos explicar as diferenças entre manutenções preventiva e corretiva.

Manutenção preventiva – também chamada de “revisão programada”,  é aquela que consta no manual do veículo, como troca e verificação de líquidos, como óleo, e componentes, como filtros, pastilha de freio, etc. É só seguir o manual, fazer as revisões nas quilometragens ou prazos indicados e usar combustível de qualidade e peças originais.

Deve-se ter muito cuidado, pois há denúncias na mídia, que há falsificadores que compram peças baratas ou falsas e colocam em embalagens idênticas às originais. Portanto, só compre no local de total confiança. Você pode confiar nos concessionários Mercedes-Benz.

Manutenção corretiva – é necessária quando a preventiva não foi capaz de identificar um possível problema ou houve um incidente no percurso, significando prejuízo certo com a paralisação não planejada da van e, pior, gerando a interrupção da prestação dos serviços. Os danos aqui são imprevisíveis, e não estamos falamos só do veículo, mas o quanto o seu cliente pode ficar insatisfeito.

 

Planejamento é o melhor a fazer

As vantagens da manutenção preventiva são muitas, e o custo é muito menor do que a corretiva, levando o veículo o operar sempre próximo às condições em que saiu de fábrica.

Primeiro, escolher a melhor data para a revisão, de forma que não prejudique os clientes.

Depois, ao agendar o serviço em um concessionário autorizado, ele esperará o veículo com todas peças necessárias e os profissionais treinados para a execução da manutenção no menor tempo possível, fazendo com que a van volte ao trabalho rapidamente.

A durabilidade do veículo será maior, pois evita desgastesde outros componentes. Lembre-se que uma peça já desgastada pode antecipar o desgaste de outras e até a quebra prematura, aumentando o custo de manutenção. Quem faz todas as revisões da van também leva vantagem na hora de trocar o veículo por um modelo mais novo: o usado é mais valorizado quando o proprietário consegue comprovar as manutenções efetuadas em dia.

 

Quer mais dicas? Nos acompanhe aqui!